Cerimônia da areia

Celebrar a união de duas pessoas é sempre um evento com grandes emoções, e por isso, casais sempre procuram novas formas para simbolizar a união.

E pensando nisso, hoje vamos explicar como funciona a cerimônia das areias e qual o seu significado.

Essa antiga prática teve início nas cerimônias dos nativos havaianos, à beira da praia. Eles apanhavam um punhado de areia e colocavam em uma tigela que ficava sobre o altar. Acreditava-se que esse ato era a representação de uma união indissolúvel, já que não é possível separar os grãos de forma homogênea novamente, formando um corpo só, assim como o casamento.

Hoje o ritual está mais moderno, utiliza-se areia colorida, representando ainda mais a personalidade do casal, ou até mesmo o que desejam para a vida a dois.

Para realizar essa cerimônia, é necessário três vasinhos de cristal (ou mais, caso os pais ou padrinhos participem). Durante o processo de junção dos grãos, é importante que o celebrante vá explicando todos os atos.

Seguindo a orientação do celebrante, os noivos pegam seus vasos e despejam juntos a areia dentro do terceiro vaso.

Quando tem a participação dos pais ou padrinhos, é disponibilizado vasinhos com areia colorida para cada um dos participantes. Primeiro os pais despejam a areia (que geralmente, é branca, simbolizando a paz da família, ou a presença de Deus). Em seguida vem as areias dos padrinhos, cada uma de uma cor. No final, as areias dos noivos, para a celebração da união de todos da nova família.

As cores das areias podem ser escolhidas por questão de estética, ou pelo significado de cada cor, já que a peça poderá ser utilizada como objeto de decoração após a cerimônia. Confira alguns significados:

  • Vermelha – amor, paixão
  • Verde – esperança, tranquilidade
  • Amarela – luz, energia, prosperidade
  • Rosa – romantismo, sensualidade
  • Azul – saúde, serenidade.
Converse Comigo